sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Sertolioma (Tumor no Testículo)



Série de fotos da cirurgia de um cão c/ tumor de células de Sertoli ou Sertolioma (tumor testicular) diagnosticado através de citologia aspirativa (método CAAF);
O animal apresentava sensiblidade à palpação nas proximidades do tumor, dificuldade de andar, alopecia (perda de pêlos) simétrica e hiperpigmentação da pele. O testículo afetado (esquerdo) encontrava-se sob a região inguinal ao invés da bolsa escrotal. Esta disposição anatômica anormal é denominada "criptorquidismo", e predispõe o indivíduo à torção testicular ou à indução de tumor testicular, como no caso ora apresentado. O tratamento de eleição consiste na remoção cirúrgica dos dois testículos, ainda que um deles esteja localizado na bolsa escrotal. A grande parte dos tumores testiculares geralmente não dão metástases, a menos que se demore muito quanto a decisão de operar o animal permitindo assim um maior crescimento e alteração do comportamento biológico do tumor.


foto 1: Animal da raça Poodle, com tumor no testículo.



 foto 2: Notar a localização ectópica do testículo esquerdo com tumor sob a região inguinal (criptorquidismo). Observam-se também  hiperpigmentação e alopecia.



foto 3: exposição do testículo afetado pelo tumor.



 foto 4: atrofia testicular (à esq.) induzida pelo excesso de hormônio feminino produzido pelo tumor (à dir.).



 foto 5: superfície de corte do Sertollioma, com coloração levemente amarela-acinzentada.


Nenhum comentário: